FETAEMA no combate ao trabalho escravo!

28/01/2015
Barack Fernandes
A Oficina de Multiplicadores(as) no Combate ao Trabalho Escravo, formada pela FETAEMA, CONTAG, STTR´s e OIT, segue chamando a atenção do poder público, do judiciário e da sociedade civil na cidade de Imperatriz na região Tocantina do MA, para este crime que acontece todos os dias e debaixo dos nossos olhos.
O evento de conscientização e alerta, conta com a presença da secretária de Assalariados Rurais da Fetaema, Ana Maria Oliveira e o secretário de Assalariados da Contag, Elias D´Ângelo, acompanhados de vários representantes do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais(MSTTR), e de outras organizações que combatem essa vergonha nacional.
Os últimos números do MTE referentes a esta prática de exploração da mão de obra humana confirmam que o Maranhão ainda tem o maior número de registros de trabalho escravo do Brasil.
Vale lembrar que em 2014 aconteceu em setembro a Oficina Nacional e em novembro a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) firmaram em Brasília-DF um termo de cooperação que inclui oficinas de capacitação para amplificar a informação sobre o tema e estimular denúncias. Além do Maranhão, as Oficinas também devem acontecer no Piauí e Pará, levando em consideração as regiões de maior vulnerabilidade e de ocorrência de trabalho escravo do país.
Além da Oficina de Multiplicadores(as) de Combate ao Trabalho Escravo que acontece no Maranhão até sexta-feira(30), outras atividades foram programadas para marcar a Semana Nacional de Combate ao Trabalho Escravo em todo o território Nacional. Nesta quarta-feira (28) em Brasília, diante do Supremo Tribunal Federal (STF), o Sindicato Nacional dos Auditores-fiscais do Trabalho (Sinait) mais uma vez cobrará o julgamento dos acusados de serem os mandantes da chamada chacina de Unaí (MG), que está completando 11 anos.
Ainda nesta quarta, a Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo (Conatrae), vinculada à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, faz a primeira reunião ordinária de 2015. Simultaneamente, o MTE e o Ministério do Desenvolvimento Social assinam acordo de cooperação e divulgam dados dos grupos de fiscalização.
 
© 2008-2017 fetaema.org.br - Todos os direitos reservados.