Fetaema na defesa das famílias de Tiúba

18/03/2015
Barack Fernandes
Nas andanças de acompanhamento aos Conflitos Agrários no Maranhão, a Fetaema, através de sua secretária de Política Agrária, Maria Lúcia Vieira, constatou mais uma disputa pela terra envolvendo famílias de trabalhadores e trabalhadoras rurais. Desta vez na comunidade Tiúba em Chapadinha na região do Baixo Parnaíba.
Na visita o que se ouviu foram relatos dos mais variados tipos de violência e intimidação contra a população de Tiúba, a exemplo do corte da energia elétrica que abastece o local, animais queimados, ameaças de derrubada das poucas casas que ainda restam. Isso mesmo! Ainda restam. Pois boa parte das moradias já foram incendiadas covardemente por jagunços a mando de um grande proprietário de terras da região.
Como se os atos truculentos acima citados não bastassem, a única estrada que dá acesso a comunidade, foi fechada recentemente pelo “bando”. Hoje para se deslocarem até Chapadinha, distante 10km, crianças, idosos(as), mulheres e homens, têm que se arriscar por veredas mata a dentro.
E foi pela sensibilização a toda problemática vivenciada atualmente pelas mais de 10 famílias de Tiúba, que a Fetaema, representada por sua secretária de Política Agrária, Maria Lucia Vieira, juntamente com representantes da Diocese de Brejo, bispo Dom Valdeci, o superintendente regional do (Incra) no Maranhão, Jowberth da Silva, o superintendente de Polícia do Interior, delegado Decival Gonçalves, com outros representantes da sociedade civil e do poder público, estiveram presentes na comunidade para dialogar e traçar estratégias que garantam a integridade das famílias, e consequentemente o direito de permanecerem no povoado.
Entre as estratégias, está o levantamento topográfico da terra, para a partir daí, o Incra verificar se tem condições legítimas para o processo de desapropriação.
 
© 2008-2017 fetaema.org.br - Todos os direitos reservados.