FETAEMA recebe plano de metas para desenvolvimento rural da secretaria de Ciência e Tecnologia

25/06/2015
Mônica Alves
Na manhã desta quinta-feira (25) a Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Maranhão – FETAEMA recebeu o secretário estadual de Ciência e Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré, o qual apresentou os planos de metas da secretaria – até 2018 – mostrando as prioridades que o governo pretende estabelecer, o volume de recursos disponíveis para serem executados e demonstrar que a secretaria e o governo têm interesse em dar uma atenção prioritária à agricultura familiar, seja nos investimentos para as áreas de formação técnica e profissionalizante, na área de pesquisa ou até mesmo na área de desenvolvimento de empreendimentos solidários.

Na oportunidade do encontro, que aconteceu na própria sede da Fetaema, Bira ainda garantiu que em todas as dimensões o governo quer dar uma atenção especial, focada na agricultura familiar e apresentou todos os planos da nova secretaria, que surgiu a partir da decisão do governo do estado em atender as necessidades da população rural maranhense.

“Entendermos que o Maranhão depende do desenvolvimento das comunidades rurais e, por isso, damos importância a esses trabalhadores, pois o processo de investimento econômico, social e tecnológico melhora permanentemente suas condições de vida”.

Atentos ao discurso do secretario, os diretores da Fetaema afirmaram que a partir do que foi exposto dá-se para ter esperança em projetos que vão melhorar a qualidade de vida das comunidades rurais, principalmente na área da educação e tecnologia.

Para a secretaria geral da Federação, Ângela Silva, as comunidades rurais sempre são as que mais sofrem com a falta de acesso a políticas de educação, informática e tecnologia, sempre ficando em um patamar muito abaixo dos direitos à cidadania e informação que lhes cabem.

“Esse momento está nos trazendo formas de trabalhar e pensar essa nossa necessidade de incluir as comunidades rurais e famílias que vivem distantes. São possibilidades que nos fazem sonhar e pensar políticas públicas que permitam às comunidades rurais isoladas desfrutar dos benefícios das tecnologias da informação”, afirmou.

Uma das propostas que mais animou a categoria foi a novidade da criação do projeto ‘Pontos do Saber’ – uma ferramenta que a secretaria de Ciência e Tecnologia e Inovação está criando, a qual vai permitir que cursos à distância cheguem às comunidades rurais, com capacitação tecnológica, internet, multimídia e estrutura capaz de atender as famílias quilombolas, indígenas e rurais.

A ideia do ‘Pontos do Saber’ é que ele seja instalado em cada comunidade rural, municípios menores e até em lugares que o governo não tem condição de colocar uma Universidade. Segundo Bira, a previsão para a concretização do projeto é ainda este ano.

“Esperamos começar ainda este ano. Os recursos já estão disponíveis e o projeto está em fase de finalização para iniciarmos a execução, licitação e procedimentos necessários”, prometeu o secretario.

O presidente da Federação de Trabalhadores Rurais, Chico Miguel, louvou o momento e acreditou que agora existe mais um compromisso de avanço firmado. Para ele, está sendo possível vislumbrar resultados positivos para as famílias de trabalhadores rurais.
 
© 2008-2017 fetaema.org.br - Todos os direitos reservados.