FETAEMA realiza Conferência dos Movimentos Sociais do Campo

23/06/2015
Mônica Alves
Com a participação do IPAM – Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia, o MST – Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra, a FETAEMA – Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Maranhão realizou na última terça-feira (16), se entendendo até a quarta-feira, 18, a ‘Conferência dos Movimentos Sociais do Campo para Elaboração de Propostas para o Desenvolvimento Sustentável em Assentamentos de Reforma Agrária da Amazônia Brasileira’, na própria sede da FETAEMA e com participação de representantes de movimentos sociais de todo o estado.

O principal objetivo da Conferência - a qual é um resultado estratégico de várias oficinas de estudos na elaboração e criação de propostas dos movimentos sociais para a reorganização de assentamentos sustentáveis no Maranhão – se dá, nesse momento, a fim de analisar tais propostas, coletar mais contribuições dos participantes e aprovar o documento base do tema da Conferência (acima citado), de áreas de abrangência da SR-12 (INCRA Maranhão).

Bruno Sorato, integrante do MST e morador de assentamento no município de Açailândia e participante da Conferência, entende que é necessário discutir e elaborar propostas que melhorem a qualidade de vida nos assentamento, visto que é de total importância projetos e práticas que possam combater as diversas formas do desmatamento ilegal nas diversas áreas do estado, sem apenas priorizar o ‘querer’ dos mandatários, ou seja, grandes empresários/produtores.

“O que a gente quer é que o nível de desmatamento seja reduzido, a fim de melhorar a nossa qualidade de vida. Os assentamentos estão sendo ocupados pelas grandes empresas, produtores de soja, eucalipto e muitos outros. Precisamos de um solo fértil, para que, a partir dele, nos seja garantido uma produção e consumo de alimentos orgânicos”.

Ao final da Conferência foi feita a finalização do documento das proposições de políticas públicas, os quais vão ser entregues para serem desenvolvidos junto ao Governo Federal e Estadual.
 
© 2008-2017 fetaema.org.br - Todos os direitos reservados.