NOTA DE REPÚDIO

05/05/2017
Assessoria de Comunicação Institucional - FETAEMA

A Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores e Agricultoras do Estado do Maranhão (FETAEMA) vem, através da presente nota, solidarizar-se com o Povo Gamela, atacado de forma violenta e repudiável no povoado de Bahias, em Viana (MA), no último domingo (30.04.2017).

 

Na ação, mais de 10 indígenas foram feridos com tiros e golpes de facão. Destes, três estão internados em estado grave em Hospital de São Luís. 

 

Aldeli Ribeiro Gamela foi atingido por um tiro na costela e um na coluna, e teve mãos decepadas e joelhos cortados. O irmão dele, José Ribeiro Gamela, levou um tiro no peito. O terceiro foi o indígena e agente da Comissão Pastoral da Terra (CPT-MA), Inaldo Gamela, atingido com tiros na cabeça, no rosto e no ombro.

 

Preocupa, especialmente,  o alto índice de violência contra os povos e comunidade tradicionais do Maranhão. Segundo dados da CPT, atualmente, há cerca de 360 conflitos no campo no estado, destes, somente em 2016 foram registradas 196 ocorrências de violência contra os povos do campo. 13 pessoas foram assassinadas e 72 estão ameaçadas de morte.

 

Mesmo após 30 anos de reconhecimento oficial dos direitos fundamentais dos povos indígenas, persiste a ineficiência do Estado no cumprimento desses direitos.

 
© 2008-2017 fetaema.org.br - Todos os direitos reservados.