Diretoria da Fetaema aponta avan‡os do Grito da Terra MaranhÆo 2013

18/06/2013
Barack Fernandes
Depois de uma semana de Grito da Terra MaranhÆo, a diretoria da Fetaema, faz uma avalia‡Æo positiva da maior a‡Æo de massa estrat‚gica do Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Estado. "Temos a imensa satisfa‡Æo em dizer que valeu muito o esfor‡o de cada companheiro e companheira na realiza‡Æo do Grito da Terra MaranhÆo 2013. Que cada suor derramado nÆo foi e nunca ser  em vÆo. Que a nossa resistˆncia nos rendeu avan‡os significativos tanto nas questäes agr rias, agr¡colas, de respeito ao gˆnero e as gera‡äes que vivem no campo, assim tamb‚m como a celeridade no julgamento dos casos de violˆncia no campo. Todos n¢s que fazemos a diretoria da Fetaema, estamos com a sensa‡Æo de dever cumprido e tamb‚m com o sentimento de que a luta nÆo cessa, pois entendemos que este ato foi s¢ o come‡o de uma longa jornada para implementa‡Æo do Projeto Alternativo de Desenvolvimento Rural Sustent vel e Solid rio - PADRSS", destacou o presidente da Fetaema, Chico Miguel, em nome da diretoria da Federa‡Æo. Respostas Pauta do GTM 2013 Entre as respostas da pauta do GTM 2013, negociadas com o Governo do Estado do MaranhÆo, INCRA e Judici rio, a diretoria aponta como importantes conquistas para o meio rural: A vistoria de aproximadamente 200 mil hectares de terras; Amplia‡Æo da Assistˆncia T‚cnica para 52 mil fam¡lias assentadas da Reforma Agr ria; Agilidade em todos os processos pendentes com emissÆo de posse; Vistoria em Todas as  reas quilombolas em situa‡Æo de conflito; RevisÆo na EmissÆo de T¡tulos pelo ITERMA no prazo de 90 dias em  reas de Conflitos Intensos; Agilidade no julgamento da casos de violˆncia no meio rural pelo Judici rio; Reestrutura‡Æo do Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustent vel; entre outros pontos. Mesmo ap¢s a desocupa‡Æo do INCRA e SEDES, a comissÆo de negocia‡Æo do GTM 2013 continuar  a sentar com representes do Governo do Estado para dar andamento em pontos ainda a serem negociados. Hist¢rico! Foram exatamente oito dias em que a Fetaema juntamente com os seus sindicatos filiados fizeram v rias manifesta‡äes para chamar a aten‡Æo dos Governos Federal, Estadual e Judici rio, quanto aos problemas alarmantes que afetam o campo maranhense. Ainda no dia 18 de junho, mais de 5 mil trabalhadores e trabalhadoras rurais de todo o MaranhÆo, ocuparam por mais de 6h a principal entrada da capital SÆo Luis. Em seguida os manifestantes seguiram em caminhada nas avenidas dos Guajajar s e Santos Dumont, e s¢ depois de 3km de reivindica‡äes, eles (as) ocuparam a sede do INCRA. Enquanto a metade ocupou a sede do ¢rgÆo agr rio a outra parte seguiu para ocupar a de Secretaria de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar do Estado do MaranhÆo. Da ocupa‡Æo at‚ o ultimo dia do ato, foram 6 rodadas de negocia‡Æo com o superintendente do INCRA, Jos‚ In cio Rodrigues e sua equipe, 4 rodadas de negocia‡Æo com o vice-governador do MaranhÆo, Washington Oliveira, o secret rio de da SEDES, Fernando Fialho, o secret rio de Meio Ambiente do MaranhÆo, Victor Mendes, o presidente do ITERMA, Luiz Alfrˆdo, entre outros representantes do Governo Estadual. A comissÆo de negocia‡Æo GTM 2013 tamb‚m reivindicou v rios pontos da pauta junto ao Judici rio maranhense. O ato encerrou no dia 25 na sede do INCRA, com uma m¡stica que fez referˆncia a luta justa dos trabalhadores e trabalhadoras rurais, ao modelo de manifesta‡Æo pac¡fica proposto pelo conjunto do MSTTR em todo o Brasil e com v rias falas pol¡ticas de toda a diretoria da FETAEMA. Cada palavra dos nossos dirigentes sindicais fizeram referˆncia a garra do MSSTR e tamb‚m de agradecimento pela resistˆncia nas ocupa‡äes!
 
© 2008-2017 fetaema.org.br - Todos os direitos reservados.